A COSTA ALBANESA

Nem sei bem por onde começar a explicar-vos como ”isto” é …..

 O país está no mínimo 30 anos atrasado em relação a tudo o que vemos pela EUROPA fora e francamente , pelo andar da carruagem , vai levar um par de décadas até que possa ser considerado um destino suficientemente atraente para os europeus lá se deslocarem propositadamente ; as infra-estruturas pura e simplesmente não existem ou estão muito degradadas, as estradas são assim-assim na melhor das hipóteses , muito más em vários troços , mas……………os condutores assustam o estrangeiro mais destemido com as suas ultrapassagens suicidas , as suas manobras auto-acrobáticas e as suas corridas desenfreadas , um total desrespeito pelo próximo !!! As corridas nocturnas são um entretenimento nacional…….MAS UMA COISA É O NORTE DO PAÍS , UMA OUTRA COISA MUITO DIFERENTE É A COSTA SUL DO MESMO PAÍS : PARECEM 2 PAÍSES DISTINTOS……

As auto-estradas são literalmente bocados de estrada dupla com apenas 5 , 10 ou 20 kms de comprimento , aqui ou acolá , MAS onde passeiam vacas a pastar , tipos de bicicleta em contra-mão e caixotes de lixo gigantescos abandonados…..UM PESADELO ! Porém , esses bocados de A.E. são grátis !!! Infelizmente as autoridades competentes (???) ainda não compreenderam algo de extremamente básico e , se pensassem um pouco , veriam que já os ROMANOS HÁ MAIS DE 2000 ANOS CHEGARAM À CONCLUSÃO QUE PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA QUALQUER REGIÃO É ABSOLUTAMENTE FUNDAMENTAL HAVER………..BOAS VIAS DE COMUNICAÇÃO – – – – – – – – ESTRADAS- – – – – – – –  !!! E pelos vistos , os albaneses ainda não compreenderam tal princípio básico !!! ESTRADAS em 1º lugar : é por onde se começa a construir uma região turística !!!

É vulgar as condutas de esgotos e/ou  de águas transbordarem ou rebentarem com as chuvas , temos então de quase rezar para passar com a AC pelos ”lagos” com mais de meio metro de altura para não ficarmos a boiar….., mas claro que o albanês que vem em sentido contrário , acha um piadão em vir a toda a velocidade e quase mergulhar o outro condutor com a onda que causa com a sua repentina passagem ….!!! PRIMITIVOS !!!

Mas passemos à……….costa !

DURRÉS tem um interesse mais do que reduzido, para não dizer nulo ; metade dos pequenos hotéis estão à venda , a outra metade estão vazios , pois eles foram construídos às centenas e obviamente não só não há turistas para tantos hotéis como também não há infra-estruturas suficientes ; segundo me disseram , o sonho de cada albanês emigrante é regressar à sua terra e construir um hotelzinho ou um restaurante ou bar , por isso os há aos milhares…… TUDO JUNTO : HOTEL+RESTAURANTE+BAR+BOMBA DE GASOLINA ……….; aliás este seguramente é o país com MAIS MARCAS de estações de serviço no mundo, estivemos à fala com um americano que estava a percorrer o país detalhadamente , e nos informou que na sua contagem , já ia em 49 marcas distintas…….;  parámos uma horas em DURRÉS mas o desinteresse era tão grande que continuámos para sul.

 

 

 

 

Seguiu-se VLORÉ , onde ficámos 1 dia , à beira-mar plantados , praia assim-assim , com uma areia escura mas imenso lixo bem distribuído pela praia toda……., largas dezenas de restaurantes e cafés na sua marginal , a maioria vazios ; muito lixo e sujidade nos passeios , já de si bastante degradados , muitos prédios velhos abandonados  e/ou a cair de podres , muita demolição e construção nova mas……. tudo sem aparentemente haver um plano urbanístico , uma qualquer lógica de construção ; a perfeita sensação que se tem é a de que cada um fez e construiu da maneira que muito bem entendeu  e gostava , depois aconteceu o que se vê aos largos milhares de exemplos  por toda a parte : PRÉDIOS INACABADOS , MILHARES DE DEMOLIÇÕES FEITAS , ONDE O ENTULHO FICOU DEPOIS DAS MÁQUINAS TEREM SAÍDO OU A POEIRA DAS CONSTRUÇÕES DINAMITADAS TER ASSENTADO…….. ; segundo lemos e também perante o que nos foi explicado , construiu-se desalmadamente por tudo o que era local com vista ou local à beira-mar , sem licença , sem nada ! Até que um dia um qualquer governo disse BASTA e agora os prédios e moradias inacabados são aos largos milhares !!! FEIO! FEIO ! FEIO !

 

 

 

De seguida pernoitámos na zona de  ORIKUM , algumas praias e bastantes hotéis pequenos , muitos restaurantes e bares , mas tudo às moscas ; estrangeiros : meia dúzia deles , especialmente italianos e gregos , em motas ; ficámos num parking de um fast-food , onde éramos os únicos residentes temporários , trocámos impressões com o dono (emigrado na Grécia) o qual se queixou da crise …..e da electricidade que falhava a toda a hora ! Praia sofrível , com pedras e água não tão limpa como no MONTENEGRO , contudo já se começava a notar alguma melhoria em tudo o que tinha a ver com turismo….

Depois segui-se DHERMI , que nos pareceu uma fotocópia das pequenas cidades já descritas e não muito apelativas…..pelo que nem sequer assentámos arraiais !

Decidimos continuar para sul pois tínhamos lido algo positivo sobre uma estância que quase nem aparece nos mapas ( pelo menos no nosso MICHELIN 2014 ) ; chama-se HIMARÉ e afinal até nem é assim tão má como as outras estâncias ; pequena cidade , já com algumas dezenas de turistas , muitos hotéis pequenos , restaurantes por todo o lado , uma baía super-agradável , mar calmo e água não muito fria ; pena que os albaneses continuem a pensar que os areais das praias também servem para despejar os lixos……. ; ficámos ali 2 dias pois o mar estava convidativo e colocámos a AC na marginal , mesmo junto à praia , onde tivemos a sorte de apanhar boa net grátis ; ficámos em frente a um restaurante com o curioso nome de …..PORTOKALLI !  ( SIGNIFICA…..LARANJA, EM ALBANÊS….) ; não desgostámos de HIMARÉ , talvez a 1ª localidade onde nos sentimos minimamente confortáveis.

 

 

uma base naval do tempo da ”outra senhora” escondida/escavada na rocha…

 

sarandé

 

 

Prosseguimos mais para sul , para  a que é considerada a ”mãe de todas as estâncias balneares albanesas” : SARANDÉ  . Sobre esta estância , pensamos o seguinte : é o melhor que a ALBÂNIA tem para oferecer , vale a pena , esmeraram-se sem dúvida ! A marina tem piada , as praias em redor são paradisíacas e há muitas, os restaurantes abundam , muitos turistas , há 1 hotel de 5 * , vários de 4 * e incontáveis de 3 * , portanto há clientela para tal ; vimos imensos turistas de distintas nacionalidades , vários casinos ( embora bastante pequenos) , etc,etc MAS ……….meus caros , o problema é chegar aqui !!! É que SARANDÉ fica realmente longe de tudo , para aqui chegar , quem vem do norte tem de percorrer a horrível estrada que vem desde DURRÉS e tal não é pera-doce ! Embora tenha troços aceitáveis , tem outros impróprios para carros e muito chatos  para as  AC…..; mas a paisagem a partir de HIMARÉ é francamente deslumbrante , com baías e pequenas praias espalhadas pela costa onde não está ninguém…., mas claro , onde também tudo falta , a menos que se tenha uma AC e se possa fazer uma certa vida independente ; a propósito de AC , vimos bastantes , alemãs e italianas sobretudo , esta parte da costa está a ser recentemente descoberta e , claro , os autocaravanistas são dos primeiros a chegar !!!

Francamente , gostámos de SARANDÉ , conseguem-se passar aqui umas belas férias , tem tudo o que podemos desejar , embora não seja muito fácil o parqueamento pois tudo é acidentado/montanhoso ! Ficámos num local onde tinha existido um prédio , e que , após demolição ,agora estava a ser usado como PARKING , pela módica quantia de € 3/dia .

Muitos dos turistas que aqui chegam aproveitam-se da proximidade de CORFU , ilha grega paradisíaca e internacionalmente reconhecida como um destino de férias com classe ! Existe um ferry muito barato que liga a cidade mais importante de CORFU chamada KERKIRA à parte albanesa , por isso quem vai a CORFU e quer um ”cheirinho” da ALBÂNIA , não tem de se esforçar muito……; a questão é se vale realmente a pena a propositada deslocação a SARANDÉ para quem vem do nosso país : creio que não , a menos que se visite um pouco da costa grega , a partir de IGOUMENITSA , daí sobe-se a costa até SARANDÉ passando primeiro por KSAMIL . Agora , se me perguntam se vale a pena visitar a ALBÂNIA , se exceptuarmos TIRANA , sim vale se ( claro ) já conhecermos outros destinos mediterrânicos com mais infra-estruturas , mas este destino é imbatível em preços….E TEM FUTURO !!!

Para terminarmos em beleza o nosso périplo albanês , visitámos e parámos durante dia e meio na última estância balnear no sul do país , e já muito perto da fronteira com a GRÉCIA : KSAMIL ; gostámos bastante desta muito pequena cidade pois a quantidade de pequenas e absolutamente espantosas praias faz a escolha assaz complicada ; muitos turistas russos,montenegrinos e sobretudo do KOSOVO ; é um destino paradisíaco e vale a pena !!! Incontáveis penínsulas , águas transparentes e rasas , muitos restaurantes , preços  ”à maneira” ….dava vontade em ficar alguns dias porém o próximo país espera-nos.

Para terminar , algo que vimos por todo o país e que nos deixou extremamente intrigados : uma parte muito significativa das construções tipo moradias não tem ……telhado !!! Acontece  que deixam inacabada a placa , com os pilares e respectivos ferros a sair, CREIO EU com a intenção de , daqui amanhã, poderem continuar a construção na vertical , quiçá , quando houver mais dinheiro ou se calhar outra licença……. Vejam algumas fotos como exemplos  :

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se o norte do país e nomeadamente a sua capital foram uma completa desilusão , o mesmo já não se pode dizer do sul , uma surpresa agradável , apesar do atraso das suas gentes , apesar da sujidade das praias ,apesar de se verem mais ciganos , etc  consegue-se ultrapassar tudo isso com alguma boa vontade ; mas atenção , não deixa de ser um país onde todas as cautelas são poucas……

AGORA VAMOS-NOS VER ……..GREGOS !!!! I N T É !!!!

Avise-me por email sobre novas publicações !



12 comentários para “A COSTA ALBANESA”

  1. Estrelas…
    Continuação de boa viagem e por cá ficamos a aguardar as vossas noticias!
    São sempre uma inspiração para novas aventuras.
    Saudações
    António

    • admin diz:

      olá viajante !
      obrigado pelo simpático comentário
      um abraço
      david+marilia

  2. Antonio Resende diz:

    Caros Estrêla.
    Quem se viu ‘grêgo’ fui eu…
    A côr verde do texto faz corar mesmo quem não usa óculos!…
    Gostei desta parte da vossa viagem.
    Continuem sem precalços.
    Abraço
    A R

    • admin diz:

      olá antónio !
      lamentavelmente não temos seguido o teu blog, nem a net tem prestado nem o tempo tem sobrado….
      este verde que utilizei ainda vá que não vá , agora um amarelo que usei anteriormente….nem o diabo se lembraria ! de qualquer modo prometo utilizar cores mais normais no futuro!
      e as tuas viagens???
      um abraço
      david+marilia

  3. Maria Melo diz:

    Olá Companheiros Marília e David Estrela:
    Tenho acompanhado a vossa viagem e gostei especialmente desta parte. Tudo o que tem água, leia-se praia, encanta-me. Continuação de boa viagem e excelentes passeios.
    Saudações autocaravanistas,
    Maria Melo

    • admin diz:

      olá companheira !
      obrigado por nos continuar a acompanhar.
      se realmente gosta de praia , os próximos posts vão referir-se-lhe .
      um abraço
      david+marilia

  4. estrela diz:

    Ora, meninos, francamente!!!!!!! …que raio de côr vocês escolheram! Já estou como o António Resende, fiquei “grega” para ler o post! Acho que lá bem no fundo, quiseram que partilhássemos convosco dessa “irritaçãozita” que a Albânia vos deixou…e toca de picar o pessoal que vos lê. Se continuam assim, faço greve de leitura!!!!! TENHO DITO!!!

    A costa da Albânia, para sul, parece até interessante. Pelas fotos,as praias são convidativas: pouca gente, águas calmas e límpidas, chapéus de sol e cadeiras à maneira…enfim, se houvesse varinha de condão que nos colocasse lá sem passar pelas estradas que vocês percorreram, até nem seria mau de todo…

    Espero que a estadia na Grécia seja mais estimulante. A nível de paisagens e de casarios, penso que vão ficar recompensados. Há pequenos aglomerados/aldeias (junto à costa)que mais parecem casas alentejanas, na sua brancura puríssima e com algumas faixas em azul forte. Os mercados são um pouco parecidos com os nossos e o povo é afável e simpático. Vamos aguardar pelos vossos relatos.

    Para finalizar….as ameixas (que a Ana teve a gentileza de me colher) são do melhor que já comi! É cada pançada…vou acabar por ficar QUADRADA!

    Continuação de boa viagem e beijocas!

    • admin diz:

      a cor até podia ser pior….
      a albânia dentro de alguns anos vai ser um destino turístico bem conhecido, por enquanto tudo é ainda um pouco primitivo , mas eles vão-se esforçar porque o turismo é uma enorme fonte de divisas para o país.
      aproveita a fruta que quiseres .
      beijinhos

  5. F.Ramos diz:

    Olá companheiros David e Marília
    Depois de ler tudo, mesmo com aquela cor, conclui que qualquer País têm o seu encanto, temos é de procurar. Foi o que fizeram e acabaram por encontrar belas paisagens, mar, praias e sol. Embora eu ao contrario da Sra Maria Melo que a praia, a encanta, nunca me encantou muito, mesmo assim apanhei “mau olhado”. Tem de ser como o sal, qb
    Continuação de boa viagem, agora pela Grécia

    Abraço
    Fernando Ramos

    • admin diz:

      olá companheiro !
      prometo não voltar a usar a tal cor…
      nós cá continuamos na praia!
      um abraço
      david+marilia

  6. José Caseiro diz:

    Vivam!
    A minha curiosidade em relação à Albânia (tinha)tem duas origens.A primeira é italiana. Uns amigos autocaravanistas italianos, feitas as contas, fazem o mesmo relato que o seu. E eles, que também andaram pelo interior, ainda contam coisas mais engraçadas. Pena é não as terem escrito. A segunda tem origem grega. Para os gregos, tudo o que é mau vem da Albânia: roubos de todos os tipos, máfias, mendicidade…pelo que uma visão portuguesa, mais neutra, daria (deu) outro panorama.
    Quanto às casas inacabadas também as vai ver na Grécia. A mim adiantaram-me duas explicações: uma é a possibilidade de os filhos poderem continuar a obra; outra é que enquanto a casa estiver em obras (e pode estar anos…) não paga impostos, novas licenças, etc.
    Esperamos então pelas novidades gregas. Vai para sul ou para o interior?
    Boas jornadas!!

    • admin diz:

      olá boas!
      é claro que os gregos são sempre os ”santinhos”…..; na albânia , sinceramente , as pessoas nem me pareceram assim tão más quanto as pintam na europa ocidental !
      temos andado pelo peloponeso , quase sempre pela costa , estamos quase em atenas , de onde partiremos para várias ilhas.
      um abraço e boas férias para vós
      david+marilia

Trackbacks/Pingbacks