A GRANDE MISÉRIA E A GRANDE OPULÊNCIA

MUMBAI ou BOMBAIM como lhe queiram chamar , é sem dúvida um óptimo exemplo prático para se ver LADO A LADO a enorme miséria em que vive uma maioria do povo indiano

e a obscena opulência em que vivem alguns milhares de indianos, senhores de incríveis fortunas e  assíduos frequentadores de caríssimos hotéis e restaurantes nesta MECA DO CINEMA que produz e lança no mercado cerca de 500 filmes por ……………MÊS !!!! Obviamente que não temos dinheiro para frequentar hotéis tais como o TAJ MAHAL PALACE ou o TRIDENT ou o OBEROI mas dá imenso prazer passear nos seus luxuosos halls ou até ver quem entra nos seus restaurantes  onde um jantar para dois ultrapassa facilmente os €400.oo !!!!!!! As medidas de segurança são medonhas depois que aconteceram em 2008 os terríveis atentados quer no TAJ MAHAL PALACE quer no CAFE LEOPOLD local muito frequentado por estrangeiros (onde tivemos o prazer de tomar uns belos sumos de frutas naturais….) tendo havido na altura vários mortos.

o principal monumento de mumbai : THE GATEWAY OF INDIA

Antes de mais,para os que se preocuparam com o meu indicador direito, o mesmo está a sarar muito rapidamente contudo mantem-se a falta de sensibilidade no último tércio do dedo além de que as feridas estão- – – – – – – digamos assim- – – – – – -um pouco tortas !!!

um landmark famoso de mumbai : VICTORIA TERMINAL RAILWAY STATION

A pobreza em MUMBAI  é confrangedora,impressionando talvez um pouco mais por se tratar de uma mega-metrópole de mais de 20 milhões de habitantes,e onde todos os mais desfavorecidos da INDIA vêm tentar a sua sorte,ou se se quiser,vêm tentar obter algo para sobreviverem ; em geral não são bem sucedidos e podemos pois vê-los aos largos milhares a dormirem nas ruas,a fazerem as suas necessidades nas ruas,a separarem o lixo imundo nas ruas,a dormirem junto aos esgotos sem a mínima das mínimas condições para poderem sobreviver mais do que um par de anos sem que morram de fome ou doenças ou algo semelhante : é o cúmulo da degradação humana tão bem retratado em algumas cenas do fantástico l filme ”QUEM QUER SER BILIONÁRIO”,tradução muito infeliz do admirável título original……; como MUMBAI não tem assim tanto que ver no aspecto turístico,tive a curiosidade de espreitar alguns dos famosos locais onde o filme foi realizado,nomeadamente um bairro de lata que por decoro não fotografei e o maior lavadouro público,absolutamente gigantesco e onde foram exactamente filmadas várias cenas do supracitado filme………

Desde que entrámos na INDIA ainda não consegui resolver um problema que persiste nas duas rodas traseiras da ”estrelinha” , tendo já tentado tudo o que me sugerem as diferentes oficinas de pneus  a que já recorri,desde JODHPUR a UDAIPUR passando por MUMBAI e agora GOA !!! Acontece que ambos perdem consecutivamente ar pelas válvulas,tendo já trocado por 3 vezes as válvulas e inclusivamente experimentado válvulas de borracha de origem indiana,em vez das francesas de aço inox que adquiri em TOULOUSE ; cheguei inclusivamente a experimentar colocar uma câmara de ar nos pneus tubeless mas parece haver sempre qualquer problema com as malditas válvulas……..; é claro que a perda de ar é mínima contudo obriga-me a encher  os pneus a cada 48 horas…….; cada vez que uma roda é retirada,tal trabalho demora uma pequena eternidade pois não há outra alternativa senão utilizar o macaco da AC  já que qualquer outro existente aqui pura e simplesmente não cabe por debaixo da AC ……………..; e como eles não estão acostumados a trabalhar com este macaco da FIAT ,o resultado é que para retirar e voltar a montar um pneu estamos a falar no mínimo de 2 horas !!!!!

Estamos finalmente em GOA e a monção já chegou pois tem chovido copiosamente todos os dias,por vezes as bátegas de água assustam de tão fortes e espessas ; é claro que praia só ao longe mas estamos esperançados de mais um dia menos um dia ” podermos ir a banhos” …….; GOA é simplesmente uma maravilha em muitos aspectos,temos uma impressão extremamente favorável do local,dos seus monumentos,da sua inacreditavelmente saborosa cozinha,da limpeza das suas ruas,da simpatia das suas gentes,do legado português tão bem preservado,das inúmeras ruas com nomes portugueses,das incontáveis casas comerciais com nomes portugueses,os inúmeros portugueses que aqui vivem , enfim nem parece que estamos na INDIA………VAMOS FAZER UM POST SOBRE GOA,MAS ATÉ LÁ………………..INTÉ !!!!!!!!!!


Avise-me por email sobre novas publicações !



14 comentários para “A GRANDE MISÉRIA E A GRANDE OPULÊNCIA”

  1. Armindo Santos diz:

    Estas fotos são elucidativas. Um espanto. E o texto? Agrada-me a expressividade das descrições, o que o torna muito informativo. Parabéns.

  2. Caros amigs
    O texto e as fotos que o acompanham deixam-me pensativo e, simultaneamente, revoltado. Penso que talvez seja uma grande «peta» a existência de Deus. Porque não é admissível essa enorme diferença de classes sociais…esse abismo entre quem tem e quem não tem direito a subsistir.
    Na minha já longínqua juventude vivi cenários semelhantes na então colónia ultramarina da Guiné. Estive lá em 1973 e 1974 na guerra colonial. E o qua mais me impressionou foi a miséria em que vivia a população.Mais que os mísseis terra-terra que o PAIGC j+a utilizava para nos combater, era a extrema pobreza guineneses que mais me impressionava. Pensava eu que não polderia haver no mundo miséria tão grande.
    Mas … engano meu! Eis que em pleno século XXI a penúria económica e social existe em grande escala. Uma pena! É deprimente… Deus, afinal, não existe, mesmo!

    Um abraço a continua~ção de bo viagem!

    Carlos da Gama

    • admin diz:

      olá carlos da gama,
      eu também estive na guerra colonial e NADA,ABSOLUTAMENTE NADA do que se via em áfrica respeitante à pobreza ou degradação humana se pode comparar com o que se vê na india,é só multiplicar por …….100 !!! há situações que nem se devem descrever……..ou se se quiser,são impossíveis de se descrever !!!
      quanto a DEUS prefiro não comentar sobre religião.
      um abraço e mais uma vez obrigado pelo seu comentário.

  3. Ricardo diz:

    Olá David e Marilia,
    vendo pelo mapa, já ai vão uns belos km pela india.
    gostei de ler e ver os ultimos posts.
    como é que se têm aguentado com a comdida? têm comido em restaurantes?
    agora que estao em goa, boa comida não deve faltar…
    boa continuação aventureira!

    • admin diz:

      olá ricardo
      já lá vão uns bons milhares de kms na india,não esquecer que ”isto” é um…….sub-continente !!!
      rarissimamente temos cozinhado na AC pois adoramos a gastronomia indiana e já experimentámos algumas DEZENAS de pratos….; em goa a gastronomia é sem dúvida algo de muito especial e estamos a adorar provar pratos diferentes !!! para os que vierem a goa,não deixem de provar de modo algum os PAPADS quer de frango quer de camarão,algo inesquecível !!!
      um abraço
      david+marilia

  4. Ana Rodrigues diz:

    Olá Viajantes
    Como sempre contente por ter notícias mas também por saber que Goa preserva o legado que Portugal deixou além de ser limpa e cuidada.Quanto a Mumbai quer a tua sempre elucidativa escrita quer as terríveis fotos deixam-me uma sensação de tristeza,revolta e pricipalmente raiva pela raça humana pois não aceito que aqueles senhores donos de imensas fortunas consigam viver ou simplesmente respirar tendo á sua volta tal miséria e esqueçam que são seus semelhantes que vegetam no meio do lixo.Cada vez me convenço mais que o homem é o pior animal pois vive em função do seu umbigo e alienado até á exaustão.Desculpem o desabafo mas mexe com todos os meus valores e sentimentos.Continuação de boa viagem e beijocas de todos.

    • admin diz:

      olá ana !
      se visses um por cento do que eu já vi na india…….PASSAVAS-TE !!!!!!!!
      beijos

  5. Benedita diz:

    Finalmente , depois de uma pequena e preocupante ausencia vieram novas descrições da vossa maravilhosa aventura .
    O que eu penso sobre essa riqueza ao lado da miseria ?- : nos costumes do povo indiano nao se diferencia a limpeza da sujeira ,pois nao e possivel que os ricos passem proximo dessas (lixeiras) e nao fiquem enojados quer pelos cheiros quer pela visao de TUDO!!
    Deve ser um antro de POLUIÇAO.Cuidado com o DEDO ,ou qualqyer outra ferida pois as bacterias ai devem voar .Saude e boas melhoras! Continuaçao de uma boa viagem.

    • admin diz:

      na india o conceito de limpeza e/ou lixeira é distinto do nosso (ocidental )……..
      as pessoas estão de tal modo habituadas a conviver não só com a miséria mas principalmente com o lixo e esgotos abertos,etc que já nem ligam,ou se quiser,não dão a mesma importância ao assunto que nós !!!
      a poluição é TREMENDA porque (entre outros factores ) como a recolha dos lixos é insignificante nas cidades e absolutamente inexistente nas vilas e aldeias,o que se faz é muito simples : amontoam o lixo em pequenos montinhos e ………….QUEIMAM-NO………………
      é uma realidade em qualquer grande cidade ver prédios novos,com uma fantástica arquitectura,ao lado de shanty towns ou slums (bairros de lata é um termo demasiado fino para designar tais locais ……….) onde a miséria mais que assusta : mete MEDO !!! e no entanto tal vê-se em grandes cidades tais como MUMBAI,JAIPUR,KALKATA ou CHENAI……………
      um abraço
      david+marilia
      p.s. as bactérias não voam…………..

  6. Hélia e Júlio diz:

    Mais ou menos bonito paciência, é pena essa falta de sensibilidade mas pode ser que ainda alguma seja recuperada e, pelos vistos boas fotos e relatos não faltam. continuação de bem estar. Um abraço

  7. decarvalho diz:

    Ora vivam…

    quanto aperda de ar…só por descargo de consciencia em vez de centrar a atenção nas valavulas… verificarquando for possivel as proprias janates, e se por acaso não ha quebra de algum ponto de solda que deixe escapar o ar (jame aconteceu).Para detectar ha que enfiar o pneu com a jante e cheio…dentro de um recipiente de agua e ver como se escapam as bolhas de ar…

    e boa sorte e boa viagem!

    • admin diz:

      primeiro que tudo muito obrigado pela sua mensagem !
      favor leia o post seguinte….
      um abraço
      david estrela

Trackbacks/Pingbacks