APÚLIA ou PUGLIA ( como lhe queiram chamar…)

Embora seja uma das regiões mais pobres de ITÁLIA , esta província encanta muitos milhares de visiitantes anualmente não porque tenha assim tantos monumentos espectaculares para se visitarem mas a sua boa gastronomia , aliada às suas belas praias e , acima de tudo , o seu baixo custo de vida ( quando comparado com o norte do país ) faz com que haja no verão multidões por tudo o que é cidade ou praia ; visitar esta província apenas prova que podemos gozar de umas óptimas férias sem irmos para um país ou região de elevado custo……

Visitámos detalhadamente a província e em especial as cidades principais : BARI , MONOPOLI , ALBEROBELLO , BRINDISI , LECCE e TARANTO ; as praias também nos encantaram pois as águas são cristalinas e (quase ) mornas , pena que a areia , quando a há , seja escura mas na generalidade impera a costa rochosa .

No que concerne as cidades , foi sem dúvida alguma LECCE e especialmente a pequena ALBEROBELLO as que mais gostámos , tem variados motivos para se dispenderem 3 ou 4 dias nas duas ; LECCE é uma cidade grande , tem uma bela catedral ( MAS HÁ ALGUMA CIDADE ITALIANA , POR MAIS PEQUENA QUE SEJA , QUE NÃO TENHA UMA CATEDRAL ???? ) , inúmeras igrejas antigas e com  arquitecturas espectaculares , um anfiteatro romano extremamente bem conservado , incontáveis palácios dos séculos XVI,XVII e XVIII , uma muito interessante cidade velha , enfim , motivos suficientes para a visitar ; contudo foi ALBEROBELLO que nos encantou de sobremaneira , por ser uma cidade ÚNICA no mundo , já vos mostramos porquê , primeiro vejemos algumas fotos de BARI :

 

BARI (7)

 

 

 

BARI (30)

 

 

 

BARI (36)

 

 

 

BARI (34)

 

 

 

 

BARI (43)

 

 

BARI (32)

 

 

BARI (38)

 

 

 

As estreitas ruas da cidade velha são um apetecível labirinto para nos perdermos e os locais não perdem oportunidade de trocarem umas palavras com os turistas , pena que o seu cerrado dialecto não nos permita mais do que uma breve troca de palavras…..

 

BARI (29)

 

 

BARI (27)

 

 

BARI (1)

 

BARI (2)

 

 

Mas passemos à cidade de LECCE , a mais importante do ”cano da bota” :

 

o centro da cidade , onde se encontra a quase totalidade dos motivos de interesse , está dentro de uma enorme muralha na qual se entra através de uma série de portas do século XVIII , eis uma delas ( todas são assim trabalhadas…)

 

a praça principal com a estátua de Santo Oronzo

a praça principal com a estátua de Santo Oronzo

 

 

LECCE (16)

 

LECCE (18)

 

 

ruínas de um anfiteatro romano

ruínas de um anfiteatro romano

 

 

 

a catedral

a catedral

 

 

 

LECCE (56)

 

 

 

LECCE (63)

 

 

LECCE (59)

 

 

 

uma das várias igrejas perto da catedral

uma das várias igrejas perto da catedral

 

 

 

SONY DSC

 

 

 

SONY DSC

 

 

 

SONY DSC

 

 

Depois da catedral , esta igreja chamada SANTA CROCE construída entre 1549 e 1679 é a mais famosa de LECCE e uma das mais elegantes de ITÁLIA : 

 

SONY DSC

 

 

SONY DSC

 

 

SONY DSC

 

 

 

 

 

E vamos então finalizar da melhor forma , ou seja , mostrar-vos ALBEROBELLO ; esta pequena cidade , situada no interior da província , não muito longe de MONOPOLI , é visitada por largos milhares de turistas diariamente por a maioria das suas casas terem um aspecto muito peculiar : os telhados em formato cónico e as dependências extremamente pequenas , fazem das casas ( a esmagadora maioria transformadas em LOJAS ) algo único no mundo ; existem há vários séculos e são….claustrofóbicas !!! Inicialmente construídas há um par de séculos serviam essencialmente para guardar as forragens para os animais , depois passaram a ser habitações e hoje em dia , são primariamente lojas….

ALBEROBELLO (7)

 

 

ALBEROBELLO (9)

 

 

 

ALBEROBELLO (14)

 

 

ALBEROBELLO (18)

 

 

ALBEROBELLO (21)

 

 

 

ALBEROBELLO (27)

 

Ora bem , resta MONOPOLI , onde ficámos principescamente instalados à beira-mar durante 2 dias , a praia era óptima com água excelente  e…………ninguém nos aborreceu por estarmos quase a ”beijar” as rochas……; GOSTARÍAMOS DE VER SE NO LITORAL ALENTEJANO A ”SIMPÁTICA” G.N.R. NOS DEIXAVA ESTAR SOSSEGADAMENTE INSTALADOS À BEIRA-MAR……

 

 

MONOPOLI (4)

 

Para terminar apenas uma breve referência a TARANTO : cidade assaz desinteressante , vive essencialmente á custa da enorme base naval ali situada , não vale a pena perder tempo a visitar .

Vamos prosseguir a nossa planeada viagem, atravessando a CALABRIA em direcção à SICÍLIA , que não conhecemos , e de que tanto nos falam ; tencionamos dar a volta completa à ilha e conhecer com algum detalhe as suas principais cidades ; logicamente que não será na SICÍLIA que iremos perder peso pois as suas famosas PIZZAS , dizem ser as melhores de ITÁLIA , não nos vão deixar sossegados………MAS O QUE É QUE PODEMOS FAZER ?????? NÓS ADORAMOS BOA COMIDA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Apenas um só comentário adicional sobre a visita que fizemos ao sul de ITÁLIA ; esta parte do país nada tem a ver com o norte em TODOS os aspectos , contudo há um aspecto que sobressai dramaticamente : A PORCARIA QUE SE VÊ POR TODA A PARTE !!! É deveras impressionante como estes sulistas são PORCOS , DESLEIXADOS e SELVAGENS no que concerne a limpeza, pois basta percorrer um qualquer km de uma qualquer estrada ( em especial as auto-estradas e as vias rápidas ) para ver as TONELADAS de lixo e dejectos que são sistematicamente ou lançados borda fora ou abandonados nas bermas !!! Se me contassem eu muito honestamente nunca acreditaria , mas vimos situações que nem em MARROCOS se vêem……..; há pedaços de estradas que mais parecem lixeiras públicas pois desde lixo doméstico avulso , passando por sacos de plástico com lixo , continuando com pneus usados , passando por electrodomésticos velhos , garrafas partidas , plásticos de toda a espécie , etc,etc,etc meu Deus , há de tudo e NUNCA NA VIDA PODERÍAMOS IMAGINAR QUE TAL SE PASSASSE EM ITÁLIA !!!!!!………………..

Falámos no total com talvez uns 15 ou 20 italianos sobre o assunto e , é curioso , a reacção e respostas são totalmente  coincidentes :   ”sabe , é tudo uma questão de cultura e hábitos , as pessoas estão habituadas a mandar fora para QUALQUER LADO o lixo , que já nem ligam importância……..”……………………………….SEM COMENTÁRIOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PASSEM BEM !!!!!!

 

Avise-me por email sobre novas publicações !



16 comentários para “APÚLIA ou PUGLIA ( como lhe queiram chamar…)”

  1. Antonio Resende diz:

    Chegados à velha Europa são e salvos?
    Eu sei… vão continuar.
    Sobre a viagem, uma pena não nos teres brindado com mais detalhes… passagens de ferry de onde para onde… preços!!! 😉 e locais de pernoita…
    Quanto ao lixo… cada vez mais gosto de Marrocos!!!
    O meu abraço e votos de continuação de boa viagem.

    • admin diz:

      olá antónio !
      na europa sempre estivemos , estamos salvos mas não sãos…….
      sobre os ferries , bom, a questão é deveras complicada , não é tão simples como te informar : ”de A para B custa tanto…” ; os valores variam dramaticamente segundo vários factores , tais como :
      1) a antecedência com que compras os bilhetes
      2) a idade
      3)se utilizas mais frequentemente a mesma companhia ( em muitos troços há uma enorme concorrência )
      4) o tipo de lugar que escolhes ( na maioria dos troços não te deixam fazer o chamado ”camping on board”, isto é , pernoitares na tua AC
      5) a altura em que viajas
      etc,etc,etc,etc
      apenas para te dar um exemplo, de PATRAS para BARI , pagámos 2pax+1AC , bilhetes comprados em fev-2014 + – € 170.00 e vinha um casal de franceses com a sua AC , embora tivesse 2 filhas , que pagou quase € 400.00 bilhetes comprados no momento ( no nosso caso , os 2 pax pagámos + – €70.00 ; como vês não é minimamente possível dar-te valores pois os factores de variação de preços são imensos , de qualquer maneira posso-te informar os valores que pagámos , ao todo foram 14 ferries=travessias !!!

      quanto aos locais de pernoita , desde DUBROVNIK que não sabemos o que é um camping , e áreas de serviço quase não as vemos , quando as há os preços são ridiculamente inflacionados , por isso , fazemos o que temos feito por todo o mundo : campismo selvagem !!! verifiquei que o guia com as áreas de serviço da net está mais do que desactualizado….
      um abraço e bons passeios
      david+marilia

  2. estrela diz:

    Olá, meninos!
    Nunca fui ao sul de Itália, portanto, para mim, está tudo a ser novidade.

    Realmente, custa imaginar um país que foi berço da cultura europeia deixar-se abandalhar a esse ponto mas, como dizem os italianos, estás-lhes na massa do sangue…e já não ligam. É uma pena, sem dúvida.

    Quanto a Alberobello, muito curiosas essas casas de cúpulas cónicas. Não me importava nada de ter um T0 aí…ehehehe…e até devem ser fresquinhas no verão…

    Faltam mais fotos da vossa casinha ambulante junto às praias, com os “queridos” a ilustar a boa vida, mais os detalhes de que o António Resende fala…e aqueles pequenos apontamentos de coisas cómicas que vos acontecem em todas as viagens. Da minha parte, estou a precisar de soltar umas sonoras gargalhas…que este país está a dar cabo da minha boa disposição. Enfim, para o regresso, guardem uma boa dose de bom astral, que bem vão precisar…
    Que tudo continue a correr bem.
    Beijinhos

    • admin diz:

      olá !
      anteiormente eu só conhecia, no sul de itália, TRANI e estive sempre acompanhado por um italiano local , seguramente que ele evitou ao máximo que eu reparasse no lixo exposto….
      há situações cómicas que não dá para relatar por escrito…., depois verás !
      beijos

  3. Boa noite, Estrelas
    Foi com atenção redobrada que apreciei o v/ post de hoje. Porque tenciono percorrer a costa italiana, lá para a Primavera de 2015, incluindo a Sicilia. Daí que aguarde, com o mesmo entusiasmo, os próximos «capítulos».
    Corroboro a ideia do A. Resende, nomeadamente, quanto à questão da abordagem sobre os locais de pernoita. Mas, sobre este assunto, serei o último a reclamar, pois não tenho o hábito de o tratar nas minhas postagens.
    Adorei as imagens, em particular as que se referem à particulariedade da arquitectura das casas de Alberobello.
    Continuação de boa viagem.
    Abraço do Carlos da Gama

    • admin diz:

      olá amigo !
      no sul de itália , por ser menos turístico e acima de tudo , mais pobre do que o norte , as autoridades não são tão severas , daí que se possa pernoitar nos PARKINGS sem que , na generalidade , nos chamem a atenção ; existem incontáveis campings por toda a parte , devidamente publicitados e fáceis de encontrar , contudo no verão eles exageram desmesuradamente e os preços são ridículos , tipo €35/dia por um camping de ….merda ! ora como o dinheiro está muito caro e acima de tudo eu gosto de não o gastar sempre que posso , pura e simplesmente recuso-me a pernoitar nesses campings e fazemos campismo = pernoita onde muito bem escolhemos , preferencialmente beira-mar , etc ; é claro que por vezes a escolha não é totalmente acertada , pois ou o local à noite é barulhento , ou mal cheiroso de repente, etc,etc mas enfim , globalmente , temos tido habilidade e temos gostado….; repare que também é uma questão de hábito pois se se sai da europa , como nós já fizemos algumas vezes , procurar um ”camping” é a mesma coisa que procurar a lua verde : NÃO EXISTE !!!
      um abraço
      david+marilia

  4. Vitaugusto diz:

    Quero felicitá-lo pelos magníficos relatos das suas viagens, ao ler o que escreve e depois de observar as fotos fico com a sensação que também eu estou a viajar.
    Relativamente ao Sul de Itália, também lá estive em Julho e fiquei desolado com o lixo que se vê.
    Continuação de boa viagem.

    • admin diz:

      olá , boa noite !
      obrigado por comentar e aproveitamos para igualmente agradecer as suas elogiosas palavras.
      se achou o sul de itália porco , espere mais uns dias pelo próximo post sobre a sicília…….
      um abraço
      david+marilia

  5. Antonio Garrido diz:

    Bom dia

    Fizemos o sul da Italia e Sicilia em 2003 e foi uma desilusão relativamente ao país. A ideia com que se fica é que é outro país tal a diferença em relação ao Norte. O que mais me impressionou e que ainda guardo a imagem são predios(muitos)degradados e em que o telhado esta repleto de depositos de água. A Italia é mesmo demonstrativa do que pode ser falsa a media: eu como um frango inteiro e o parceiro fica a ver, media é que comemos meio frango cada. Claro que tem a Costa Amalfitana, Matera e mais umas quantas vilorias que valem a pena.
    Continuação de boa viagem e continuamos sempre à espera de novo post.

    Antonio e Isabel

    PS – Como é? não ficamos a saber nada de Creta? portamo-nos mal?

    • admin diz:

      olá aos dois !
      obrigado por voltar a ler-nos e comentar.
      para nós a desilusão também foi enorme especialmente para quem conhece , como eu , tão bem o norte do país , nem se acredita que o país é o mesmo…..
      por esquecimento realmente nem referi no post a degradação dos prédios , mais parecem os do bairro alto dos anos 50….; quanto às ”vilórias” visitámos bastantes pois em geral apenas dormimos no máximo 2 noites no mesmo local e deixe que lhe diga que a porcaria e o lixo também lá estão…..,assim como prédios degradados !!!
      sobre creta…….vocês não se portaram mal , mas eu quis e quero deixar a mensagem para os que lêm , USAM e nem sequer comentam….
      um abraço e bons passeios
      david+marilia

  6. Manuel diz:

    Ora viva
    Visitei várias vezes Itália mas nada conheço a sul de Roma, a não ser a autoestrada para Brindisi. Não fazia ideia dessa paixão “sulista” pelo lixo e, pela descrição, fiquei sem vontade de lá pôr os pés. Por muito belos que sejam os locais, a presença de lixo, para mim, estraga tudo.
    Aguardo com expectativa o post da sicilia. É um local que gostava de conhecer, mas que me parece ficar na lista de espera para sempre.
    Quando tiverem umas horas vagas não se esqueçam de editar o post de Creta. Ficariamos todos agradecidos.
    Continuação de bom passeio e votos de bos saúde.

    • admin diz:

      olá manuel !
      pois é , acho que apenas meia-dúzia de povos gosta ou não se importa com o lixo , de resto ninguém mais gosta , portanto , o sul de itália será definitivamente um ”NO” para si , e já agora , levantando um pouco o véu………..A SICÍLIA TAMBÉM SERÁ UM ”NO” !!!
      post sobre creta : não,não e não!!!!!!!!!!!!!!!!!
      um abraço
      david+marilia

  7. maria josé azevedo diz:

    Olá companheiros.
    Não posso deixar de rir com esse não e não sobre Creta, olha ficamos à espera, quanto à Italia como são parecidos com o pessoal daqui do retângulo, até os homens são parecidos na sua fisionomia (por acaso são giros)mas dum desmazelo que dá ânsias, ficamos à espera da Sicilia , espero que não encontrem por lá nenhum padrinho.
    As melhoras do pequeno acidente e muito boa viagem.
    um abraço
    maria josé

    • admin diz:

      olá m. josé !
      sobre creta …..bem podem esperar….
      os italianos do sul são , também nesse aspecto , diferentes dos seus compatriotas nortenhos pois são bem mais atarracados ; se são ou não giros , isso já será do seu gosto….
      sobre a sicília , aguarde mais uns dias , ah ! e padrinhos dos tais…….isso é o que mais se vê pela ilha !!!
      um abraço
      david+marilia

  8. Dmsmoreira diz:

    Boas tardes,

    Gostai bastantes desta parte em especial de Alberobello!!!

    Citação
    “”sabe , é tudo uma questão de cultura e hábitos , as pessoas estão habituadas a mandar fora para QUALQUER LADO o lixo , que já nem ligam importância……..”

    Do tipo… Se não podes vence-los, junta-te a eles…!!!

    Abraço
    Daniel

    • admin diz:

      olá daniel!
      ainda bem que gostou , esperemos que goste do post seguinte
      um abraço e obrigado por comentar
      david+marilia

Trackbacks/Pingbacks