AS CHATICES E AS MERDICES…….

Quem pensa que viajar de autocaravana durante vários meses (ou anos ) fora da EUROPA OCIDENTAL é fácil , está muito enganado e nem faz a mínima ideia da realidade ; e nós , com o presente post , vamos tentar evidenciar certas dificuldades ……

Viajar conforme nós o fazemos ( longas viagens de vários meses para destinos incomuns ) está longe , muito longe de serem viagens de férias onde tudo ou quase tudo está à ”mão de semear” e , portanto , fácil de obter…..pois não há absolutamente NADA na EUROPA OCIDENTAL que não se obtenha se tivermos dinheiro……; muitas vezes os leitores pedem-nos ou mais fotos , ou mais pormenores disto ou daquilo , ou mais coordenadas , etc,etc esquecendo-se que o que vivemos DIA A DIA é demasiado intenso , são constantes desafios e uma permanente procura de soluções e respostas práticas para a nossa sobrevivência , normalmente em ambientes desconhecidos  (e muitas vezes desfavoráveis ) , a quantidade e qualidade de emoções e sentidos alerta é enorme , humanamente é muito complicado fazer melhor do que já fazemos !!!

Reparem nalguns tópicos :

A CONDUÇÃO : só os que sabem como se conduz em países tais como o AZERBAIJÃO , a GEÓRGIA , a RÚSSIA , a ÍNDIA , o PAQUISTÃO ,etc é que fazem uma ideia o que é conduzir uma AC em locais onde na realidade não existem regras de trânsito , onde os sinais de trânsito são puras peças de decoração urbana e onde a vida humana não tem qualquer valor………, onde conduzir de MANEIRA SELVÁTICA e em CONTRA-MÃO é normal e quase somos censurados por não conduzirmos ….”como os locais” !

Nesse tipo de  países , rezar não chega……apenas temos de acreditar que a ”nossa hora” ainda vai demorar a chegar !!! Há imensos vídeos no YOUTUBE sobre a condução naqueles países , vejam-os e verão como tenho razão…..

Em muitos países o GPS não funciona ( por falta de cartografia desses países ) e não podemos esperar a mesma qualidade e quantidade de sinaléctica rodoviária que temos na EUROPA…..; se os leitores imaginassem as vezes que já nos perdemos…….

 

A COMIDA : já imaginaram o que é estar em frente a uma prateleira num supermercado e não compreender minimamente o que está escrito nos produtos expostos ?? E quando não há supermercados ??? E quando queremos um produto num supermercado e procuramos por todo o lado e não o encontramos , com a agravante de ninguém falar inglês  = portanto não vale a pena perguntar , como nos aconteceu várias vezes na SIBÉRIA quando procurávamos desesperadamente açúcar ???

E quando nem sequer conseguimos descortinar onde está o supermercado pois o aspecto exterior é exactamente igual a uma qualquer casa , isto é , sem qualquer publicidade , como na SIBÉRIA-RÚSSIA e BIELORÚSSIA ????

E quando duvidamos da frescura do produto mas não temos outra alternativa……….nem ”livro de reclamações” , tipo  carne nos talhos iranianos ?????!!!! 

E quando vemos perfeitamente que estamos a ser enganados contudo não conseguimos explicitar a nossa revolta ????

Quer dizer , meus caros , até é engraçado ir aos mercados locais  , uma-duas-três vezes mas poça, depois já enjoa !!! queremos mais isto ou aquilo ( tipo papel higiénico ou água engarrafada ) BOLAS ! aqui no mercado não há, informam-nos , terão de ir a esta ou aquela loja…………..300 metros mais adiante , depois da 3ª rua à esquerda , viram na 1ª à direita e ao fim dessa rua….encontram a loja que tem água engarrafada em garrafões !!!….E ISTO TUDO COM OS SACOS DAS COMPRAS NAS MÃOS !!! Aconteceu-nos no TURQUEMENISTÃO…… ( mas a loja que vende papel higiénico é ainda 150 metros mais à frente…….)

É claro que uma coisa é fazer compras alimentares na EUROPA , onde ao virar de qualquer esquina encontramos um supermercado ou , na pior das hipóteses , uma simples mercearia ; outra coisa é estarmos num país asiático , por exemplo e em muitas cidades eles não fazem ideia sequer do que é um supermercado……( LAOS e CAMBODJA , por exemplo ) ; e tentar encontrar PÃO em certos países , onde tal alimento não é minimamente corrente ??( praticamente em quase toda a ÁSIA )

Já para não falarmos de todas as PORCARIAS que se comem em tantos países ( na CHINA , LITERALMENTE , TUDO O QUE MEXE É COMESTÍVEL , seja o que seja !!! ) , na TAILÂNDIA as enormes RATAZANAS assadas à venda à beira da estrada , fazem as delícias de muita gente……

 

O GÁS : há já um par de anos que nós pessoalmente tivemos a esperteza de mandar instalar generosos depósitos de GPL / LPG por debaixo da AC , caso contrário seria extremamente complicado continuarmos a trocar constantemente de garrafa , de adaptador , etc por cada país em que transitássemos , com os elevados custos daí aderentes ; com aquela brilhante ideia do GPL temos uma autonomia de , no mínimo , 5 meses de consumo regular.

Lembro-me que aquando da nossa viagem PORTUGAL – VIETNAME em 2011 ( ainda não tínhamos instalado o GPL ) quando regressámos a casa , éramos os felizes possuidores de NOVE redutores para as bilhas de gás , pois a partir da TURQUIA cada país na ÁSIA usa o seu modelo !!! ( fora a questão das garrafas , cada uma do seu tipo , claro……)

 

O GASÓLEO : a despreocupada acção de chegarmos a uma estação de serviço e enchermos o depósito de gasóleo não acontece em todo o lado ! Experimentem fazê-lo no UZBEQUISTÃO ou no CAZAQUISTÃO………. ; é uma sensação HORRÍVEL estarmos apenas com 1 ou 2 litros de gasóleo no tanque e não encontrarmos qualquer bomba que tenha combustível !!! É humilhante termos de mendigar uns litritos aqui e acolá , pagando o preço que nos exigem e recebendo a qualidade que nos impingem !!! É frustrante enchermos o depósito , para 10 kms depois verificarmos que nos venderam 50% de diesel e 50% de … água , como nos aconteceu na ÍNDIA  !!! Os ”bunkers-fortificados” chamados na RÚSSIA estações de serviço metem medo , agora imaginem a quantidade de vezes que os visitámos…….e efectuámos o pagamento com um tipo armado com KALASHNIKOV apontada…….

Isto para não vos falar das ”estações de serviço” que , de vez em quando , temos encontrado por esse mundo fora ……; algumas , à beira da estrada , vendendo combustíveis de contrabando , são verdadeiras ”pérolas ” que jamais nos esqueceremos….BASTA VER AS FOTOS QUE TEMOS NO NOSSO SITE !

É claro que por vezes somos recompensados , como por exemplo quando enchemos o tanque de 80 litros de gasóleo por 1 us dólar , como no IRÃO !!!

 

A ÁGUA : é maravilhoso quando encontramos , para qualquer lado para onde olhemos , torneiras de água com um livre acesso , como nos aconteceu no JAPÃO , quase podíamos encher os depósitos a cada 10 minutos , de tal forma a água era abundante….

Por contraste , na RÚSSIA variadas vezes fomos muito mal recebidos quando pedimos água , mesmo oferecendo dinheiro para enchermos os depósitos !!! A indisponibilidade é de tal forma elevada que fomos obrigados a reduzir o nosso consumo e a aumentar as nossas compras de garrafões de água …. ; isto não se passou nesta ou naquela cidade , mas por todo o lado , em dezenas e dezenas de cidade e vilas , ao longo dos 10.000 kms que gastámos a atravessar a RÚSSIA completamente , até VLADIVOSTOK : arranjar água foi sempre uma odisseia !!!

Na MONGÓLIA foi igual , se não fosse o dono de um restaurante , ainda hoje não tínhamos água…..No LAOS a mesma coisa !

 

AS ESTRADAS : este capítulo dava para escrever um livro completo !!! Há países cuja maioria das  ”estradas” não são mais do que maltratados ”caminhos de cabras” : RÚSSIA , UCRÂNIA , AZERBAIJÃO , TURQUEMENISTÃO , CAZAQUISTÃO , GEÓRGIA , LAOS , PAQUISTÃO e ÍNDIA são os principais ; a questão resume-se toda na enorme corrupção existente , que leva a que as várias ”entidades” que superintendem a construção das vias , todos ”comem” em grande e à francesa , pelo que quando chega a vez do empreiteiro propriamente dito , o que sobra são umas simples migalhas de dinheiro que , ou não dá para fazer absolutamente nada , ou dá apenas para disfarçar com uns baldes de areia misturada com algum = pouco alcatrão , as enormes crateras existentes nas estradas……

É óbvio que nenhum tipo de governante passeia por aquele tipo de estradas (andam sempre de avião….) pelo que a esmagadora maioria nem faz a mínima ideia da desgraça de estradas que possuem – – – – – – – – – – – – – ou se sabem , preferem nada fazer para continuarem a receber os subornos tradicionais !!!

Temos muitas dezenas de fotos no nosso site que ilustram bem alguns tipos de estradas por onde temos andado ……vale a pena ver !

 

A POLÍCIA : um outro tema , que por si só , dava para escrever um livro completo !!! Já o disse incontáveis vezes e sempre o repetirei : todas as situações ou de perigo ou mais delicadas por que passámos ao longo destes últimos 9 anos foram SEMPRE causadas por ”gajos” de fardas , isto é , polícias , militares , guardas alfandegários ou guardas de fronteira , NUNCA tivemos qualquer problema com o POVO propriamente dito !

A maioria dos países por onde temos passeado , são países cujas autoridades não gostam de turistas ocidentais ( por razões óbvias …) e tipicamente são países não democráticos onde geralmente impera a corrupção e nada se faz sem ela…; os problemas normalmente surgem quando as autoridades locais tentam tratar os turistas da mesma forma como tratam os seus concidadãos , exigindo à viva força subornos , isto é , EXTORSÃO pura e dura !!! Os abusos de autoridade são comuns , é necessário saber lidar com esse tipo de agentes , mas tal não nos evitou termos sido detidos no TURQUEMENISTÃO  e ameaçados de morte no CAZAQUISTÃO…..

Dispenso-me de enumerar os países onde qualquer encontro com as autoridades pode ”descambar” para o torto , são na realidade tantos…..

 

AS FRONTEIRAS : à primeira vista parece ser um tema pacífico : qual é a dificuldade em mostrar o passaporte numa fronteira e entrar nesse país ???

Pois é meus amigos , parece muito linear  mas nem é bem assim !!!

Imaginem esta cena : chegam a uma fronteira com todos os vossos documentos em ordem , inclusivamente os documentos da AC e 1 hora após os entregarem à polícia , continuam à espera que vos deixem entrar no país….; passa-se mais 1 hora  sem que nada aconteça e , como é óbvio , você começa a ficar preocupado com tanta demora ; resolve investigar junto do chefe do posto fronteiriço a razão de tal demora e o seu espanto não pode ser maior quando o informam que você está a tentar entrar nesse país com um título de registo de propriedade  da AC FALSIFICADO , isto é , para todos os efeitos , a AC de que você gosta tanto  ( e há anos ) afinal não é sua !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Isto foi REAL , aconteceu-nos na BULGÁRIA e foram HORAS de conversas e discussões até que eles nos deixaram entrar , derrotados por cansaço e não por convencimento ……!!! Logicamente que o título de registo de propriedade que possuíamos estava BOM e era VÁLIDO , eles é que tinham nos computadores uma foto /exemplar de um modelo desactualizado !!!!!! E é aquela porcaria de país membro da EUROPA COMUNITÁRIA !!!

Mas passar 1 dia INTEIRO para passar uma fronteira , como nos aconteceu já um par de vezes ( GEORGIA / AZERBAIJÃO e TURQUIA / IRÃO ) também não é ”pera-doce” ….. ; e quando um guarda alfandegário embirra com a antena de TV da AC e diz-nos que tal objecto é proibido no seu país ( QUIRGUIZSTÃO ) ???? Temos dezenas de cenas caricatas ao atravessar fronteiras por esse mundo fora…….

E quando após andarmos de guichet em guichet , passando por mais de 10 ”inspectores” da polícia,alfândega e mais não sei o quê , nos pedem uma fotocópia da página do passaporte que……….o colega acabou de carimbar ???? E não é que na fronteira não há local para se tirarem fotocópias……………..a não ser um ”simpático” colega polícia que … facilita a questão…..a troco de um souvenir ????? ( aconteceu-nos numa das fronteiras do UZEBEQUISTÃO )

E quando os guardas alfandegários querendo à viva força ganhar uns cobres , nos dão os impressos para preenchimento numa língua da qual nada percebemos e se recusam a traduzir ??? ( aconteceu-nos variadas vezes na RÚSSIA , até descobrirmos que os mesmos impressos existem igualmente em inglês , mas apenas são fornecidos quando lhes apetece…..)

A HIGIENE : generalizando , o conceito de higiene é muito discutível quando se visita a ÁSIA pois se há países com um nível de limpeza praticamente igual ou até superior à maioria dos países europeus ( tal como a MALÁSIA ) , haverá outros perante os quais temos de ”fazer das tripas coração” para não darmos meia-volta e regressarmos rapidamente a casa , tais como a ÍNDIA , PAQUISTÃO , partes do LAOS e CAMBODJA , por exemplo.

Mas não pensem que na EUROPA não há casos parecidos , viajem bem para o interior da BULGÁRIA , ALBÂNIA , SÉRVIA , MONTENEGRO e BÓSNIA , por exemplo e verão…..

 

A INTERNET : Na EUROPA as opções para obter internet são fáceis , a abundância é tal que basta-nos escolher o melhor local com a melhor velocidade ; se não queremos pagar basta-nos ir a um MCDONALD’S e aí a temos ,lenta mas grátis….; senão vamos a um qualquer hotel de 5* e , em geral , no lobby temos sinal aberto….; senão……vamos a um ”internet café” e pagamos uma ridicularia para termos net fiável e rápida ; pois é ,pois é mas isso é na Europa civilizada , mas se formos para a ÁSIA (CENTRAL,SUDESTE ou ORIENTAL ) a coisa já muda de figura….. ; alguma vez me esquecerei dos € 4.00 /hora que paguei por uma net=caracol no IRÃO , em que para abrir um email demorava + – 10 minutos ????

O DINHEIRO : eis um outro assunto que , à primeira vista parece ser ”piece of cake” mas tem bastante que se lhe diga….; quando chegamos a um país onde já sabemos de antemão que existe mercado negro para as divisas que transportamos , é lógico que queremos trocar os nossos dólares ou euros na rua , verdade ??? pois é , e como é que sabemos que as notas que nos estão a dar em troca são ou reais ou actuais ??? É muito normal em certos países asiáticos onde existe mercado negro , eles darem em troca notas que já estão fora de circulação há muito tempo e portanto sem qualquer valor…….. ( quase caíamos numa dessas em MYANMAR…..) ; a solução é ir a um banco trocar uma quantia irrisória , tipo 10 dólares e pedir para vermos/fotografarmos as notas actuais de maior valor !

AS PERNOITAS : propositadamente deixei para o final o tópico que mais preocupa os viajantes : onde pernoitar ???

Na EUROPA a grande dificuldade é a escolha , pois se não queremos um CAMPING vamos para uma ÁREA DE SERVIÇO , senão vamos para uma ÁREA DE AUTO-ESTRADA , etc,etc as hipóteses são variadas ; na ÁSIA a coisa já não é assim pois , exceptuando em alguns/poucos locais na TURQUIA , o conceito de CAMPING pura e simplesmente não existe …..desaparece !!!! Não existem quaisquer campings ou áreas de serviço em toda a ÁSIA , não havendo caravanas ou auto-caravanas também não existem esses locais de abastecimento e pernoita.

Ficar junto às bombas de gasolina também não é em geral boa opção , na maioria dos países as bombas fecham à noite , e as que estão abertas ficam geralmente em locais extremamente barulhentos ; igualmente , os empregados normalmente não aceitam que se pernoite lá por desconhecerem o conceito de ……autocaravanismo !!!

A solução depende muito da perigosidade do país onde nos encontramos ; pessoalmente eu quando desconfio que um local pode ser perigoso , ”acampo” junto de uma esquadra de polícia , ou junto de um quartel militar ou mesmo junto dos bombeiros ; de outro modo , em geral qualquer lado serve para dormir à noite : já pernoitámos em locais de sonho assim como já rogámos pragas a certos locais que escolhemos para dormir ; nunca sabemos quando um grupo de jovens vem estacionar ao nosso lado com a sua estereofonia em altos berros até às 4 da manhã…….como já nos aconteceu VÁRIAS vezes !!!

Mas é claro que tudo isto não são queixas , apenas constatações das realidades que se nos têm deparado ; ninguém nos obrigou a ir para aquelas paragens……..fomos porque quisemos e iríamos novamente se se proporcionasse !!!

Continuamos a adorar a aventura pura e dura !!!………..

Avise-me por email sobre novas publicações !



10 comentários para “AS CHATICES E AS MERDICES…….”

  1. maria jose azevedo diz:

    Olá companheiros.
    Mais uma vez um relato duma realidade com muito interesse a nível geral, não pensou em publicá-lo num sitio mais alargado? Talvez fosse ajudar e muito algumas cabecinhas que acham que este nosso mundo é do pior que há , que devia acabar e que nós no mundo dito civilizado estamos muito mal.

    Ai ai, esses sítios que alguns são aqui bem perto, vão deixando envergonhada a humanidade porque demonstram ter um grande grau de estupidez, com tanta coisa boa no mundo.

    Continuação de bons relatos e boas férias
    maria josé

    • admin diz:

      olá m.josé!
      felizmente o nosso blog já é bastante conhecido no mundo dos overlanders,já é uma divulgação assaz eficaz…
      os melhores posts estão quase a começar !
      um abraço
      david+marilia

  2. Amparo y Enrique diz:

    Esta claro amigos… que el camino nunca es de color de rosa!! pero también son esas dificultades las que enriquecen el camino… te hacen llegar a momentos limites que te hacen crecer como persona y aprender un poco de la vida… No?

    esperamos con ganas vuestro inicio de viaje a las Americas!!

    Un abrazo fuerte:
    Amparo + Enrique

    • admin diz:

      estimados amigos,
      comentário muy inteligente y adequado!MUCHAS GRACIAS!
      sobre el início del viaje………no vas a esperar mucho más…..
      besitos
      david+marilia

  3. Cisfranco diz:

    Amigos
    Gostei como sempre do v/ relato, afinal é conhecimento de experiência feito. Aguardo o desenrolar dessa magna viagem. Os relatos são uma espécie de viagem para quem fica.
    Boas férias.

    • admin diz:

      olá meu caro !
      ainda bem que gostou ,já falta muito pouco tempo para “viajar” connosco …….prepare-se!!!
      um abraço
      david+marilia

  4. Jorge Figueiredo diz:

    Boas
    A estratégia de utilização do vernáculo no título, só por si, hipoteticamente indicia conteúdo e apela à leitura dos mais distraídos (brilhante estratega).
    O texto incluso, releva pormenores que se revelam por maiores sui generis e, quiçá únicos que, também eles, transformam as viagens únicas e irrepetíveis.
    Porém, sendo os destinos incomuns, convenhamos ser expetável que as peripécias sejam de igual monta, quer por serem inusitadas e/ou confrangedoras, apelando sistematicamente ao tão nacional sentido diferenciador de desenrascanço.
    Quero crer que um número significativo das peripécias selecionadas, sendo possível seriam banidas das experiências vivenciadas. No entanto, estou seguro que, também elas, não deixam de enriquecer quer o escrito, quer as experiências tidas.
    Também eu começo a estar ansioso pelo “tiro de partida”.
    Nota: Pedindo desculpa pela (im)pertinência deselegante do comentário: “continuo a embirrar com a cor dos textos!!!”.
    Abraço
    Jorge Figueiredo

    • admin diz:

      ola j.f. !
      comentário muito bem escrito , sem dúvida.
      agradeço não só a clareza do mesmo mas também a sinceridade.
      quanto às cores dos textos……….vou fazer um esforço,mas não esperem tudo a preto e branco !!
      quanto à sua ânsia………vai terminar em breve !!!…….
      um abraço
      david+marilia

  5. João Firmino diz:

    OLá, David e Marilia
    Será que as peripécias da vossa nova aventura serão mais “soft” que estas ou teremos novos relatos de “cortar à faca”? Cá esperamos para ver!
    Quanto à travessia dos EUA, por aquilo que eu tenho lido em jornais estranjeiros, cuidado com a polícia norte americana…
    Um abraço
    João Firmino/CAB

    • admin diz:

      ola caro joão firmino !
      se soubessemos para já que Nao iriam aparecer chatices e contratempos ………..além das habituais discussões com as autoridades ……….mais valia nem sequer sairmos de casa !!!!!! PREPARE -SE……..
      um abraço
      david+marília

Trackbacks/Pingbacks