O DINHEIRO E OS CÂMBIOS

Foi tomada a decisão de se permanecer um dia adicional em QUETTA,melhor dizendo no super-fortificado hotel de 5 * onde  parquámos a ”estrelinha” por especial deferência da gerência ,após demorada consulta a tudo o que era sub-manager,assistant-manager,duty-manager,general-manager,etc- – – – – – só faltou o presidente !!!

Acima do cansaço dos cerca de 500 km de autêntica picada,a que eles pomposa e inexplicavelmente chamam ”NATIONAL HIGHWAY NO. 40 ”  o que nos deitou realmente abaixo e deixou de rastos foi o enorme stress da viagem desde a fronteira do IRÃO e a caótica chegada já no escuro a QUETTA; como ISTO é exactamente o que se vê nos filmes de acção e/ou espionagem no que respeita aos indígenas,seria suicídio ficar na rua ao ….DEUS DARÁ !!! Assim,sabendo que havia um 5 * na cidade (para quê ??? ) contratámos um taxi-triciclo para no meio da incrível barafunda do caótico e suicida trânsito nos levar até às portas desta FORTALEZA : muros com cerca de 4 metros de altura,2 portões de ferro grossíssimos e à prova de bomba,obstáculos de fura-pneus que só baixam aquando da revista ao veículo,barreiras de cimento armado obrigando à circulação interna em zigue-zag a uma velocidade baixíssima,guardas armados de KHALASHNIKOV por todo o lado e……………………a cereja no topo do bolo : a entrada no opulento e riquíssimo edifício do hotel somente se faz após toda e qualquer bagagem de mão ou outra passar por uma máquina de raios-x igual às dos aeroportos E AINDA……………………OS ”FREGUESES” TÊM DE PASSAR IGUALMENTE POR UM DETECTOR DE METAIS……….LINDO!!!!!!!!!! O hotel é sem dúvida espectacular(chama-se QUETTA SERENA HOTEL ),muito bem decorado,pavimentos em mármore e onix bem desenhados,o serviço supera qualquer 5 * europeu,a comida é excelente e digo tal pois o jantar -buffet de ontem foi uma autêntica orgia alimentar……….; mostrar-vos-ei fotos posteriormente. Resumindo,hoje faltaram as forças para continuar a viagem,decidiu-se pois por este dia extra em QUETTA,melhor dizendo DENTRO DO HOTEL,com net rápida e grátis,ar condicionado,os empregados a cada 10 minutos a perguntarem : is everything ok,sir ??can i bring you something to drink,sir ???( a cada 10 segundos quando falamos com eles dizem ”sir”- – – – – – influência britânica,for sure…..)

O martírio autêntico que foi percorrer os cerca de 900 km desde a fronteira com o IRÃO até aqui,francamente não o desejo a ninguém- – – – só aos meus inimigos !!! A estrada (única!) é realmente do pior que há neste planeta,a paisagem mete medo de tão inóspida,os sucessivos controles- – – – absolutamente inúteis- – – – deixam-nos ainda mais nervosos ,MAS O MAIS NEGATIVO SÃO AS SUCESSIVAS LOMBAS,QUE NALGUNS TROÇOS INENARRÁVEIS EXISTEM DE …….30 EM 30 METROS E QUE OBRIGAM A AC  A UM ENORMÍSSIMO ESFORÇO SUPLEMENTAR,SÓ EU SEI COMO ELA RANGIA- – – GEMIA- – – QUEIXAVA !!!E isto realmente para nada,pois a velocidade nunca pode ser superior a 20 km/hora sob pena de se voltar a AC ou fazer um fatal despiste;  o ATRASADO MENTAL que mandou instalar tais sucessivas lombas devia ser crucificado !!! E o mais grave é que algumas são de tal modo altas que o fundo da AC raspa com um ruído de arrepiar pelas lombas- – – – – – – – – – – MAS NÃO HÁ COMO AS EVITAR !!!!! Se não são as lombas,quando aparecem umas centenas de metros de alcatrão minimamente decente,de repente também aparece isto:

UM PAR DOS MUITOS ”ARTISTAS” QUE FIZERAM ESCOLTA PERSONALIZADA À ESTRELINHA:

À medida em que nos aproximávamos mais e mais do AFEGANISTÃO os controles policiais e militares intensificavamm-se e chegavam a ser a cada 20 ou 30 km,muito desgastante ! Depois este ou aquele escolta punha-se a semi-serrar os olhos e a prescutar o horizonte e a franzir a testa : AI O CARAÇAS,O QUE É QUE SE PASSA AGORA ?????????????????????????eles não falam inglês,eu não falo urdu = conversa de surdos !!!!

Quando viajamos na EUROPA ,no que respeita ao dinheiro ,temos realmente a vida muito simplificada : sobram-nos euros = gastamos-los em casa,sobram-nos libras = guardamos-las para a próxima viagem a londres,etc,etc; contudo nestes países ditos ”esquisitos” a coisa pia mais fininho,pois primeiro que tudo em quase nenhum país cabe na cabeça ao visitante  ir a um banco trocar os usd ou euros : é moroso,burocrático e o câmbio normalmente é muito desfavrável vis-a-vis o mercado paralelo ou negro; ora se se troca demasiado então não há forma de recuperar as divisas fortes pois se se quer devolver no mercado paralelo é melhor ficar com as notas para souvenir….; há portanto que gerir muito cuidadosamente os gastos e fazer as contas 2 vezes para não trocar demais !Depois,quando vamos pela primeira vez a um país destes e trocamos dinheiro na rua,estamos sempre sujeitos a receber ou notas que já não estão em circulação,ou notas de outro país e nem sequer conseguimos distinguir o nome,etc;a mim nunca me aconteceu uma ”desgraça” dessas porque tenho um truque que vos deixo : nunca trocar ao primeiro candonguista que nos aparece à frente,invocando que o câmbio que nos oferece é demasiado baixo : mesmo que seja mentira ele fica a saber que já trocámos anteriormente dinheiro e portanto já conhecemos as notas……!!!!NÃO SE ARRISCA…..

Depois há certos países,como por exemplo o IRÃO ,que ou dão os preços em RIALS ou os dão em TOMANS,sendo que um TOMAN são 10000 rials,o que dificulta muitas vezes a nossa compreensão sobre o real valor que nos estão a pedir (nós dantes também pedíamos um conto de reis em vez de 1000 escudos,não era ??? ) .

No PAQUISTÃO a moeda nacional é a rúpia,com valor distinto da rúpia indiana; aqui 1 usd vale 87 rúpias pelo que não é de modo algum uma moeda minimamente forte; acontece é que as notas mais baixas são de 5 rúpias (!!!) e são de tal modo gastas,sebentas e infectadas que é preferível prescindir do troco e não as receber : o risco de agarrar uma nota dessas não justifica o seu valor : € 0.04 se as contas estão bem feitas !!! Proximamente mostrarei as notas do PAQUISTÃO.

Mesmo em paisagens inóspidas e desertas há beleza,há montanhas e ……há montanhas,senão vejamos:



Avise-me por email sobre novas publicações !



10 comentários para “O DINHEIRO E OS CÂMBIOS”

  1. Lina diz:

    BOA SORTE

    • admin diz:

      obrigado lina,nestas paragens a sorte é o factor mais importante……

  2. estrela diz:

    Finalmente, notícias mais claras!
    Não sei o que aconteceu ontem mas, por diversas vezes, sempre que abria o site, o teu post anterior aparecia truncado logo no primeiro parágrafo o que deixava uma amarga sensação de que não tiveste tempo para terminar e foste interrompido por uma qualquer razão, para nós desconhecida. Isso deixou-me inquieta e foi motivo de grandes comentários à mesa pois não se percebia o que pudesse ter acontecido.
    Reposta a normalidade, ficamos ansiosos por mais detalhes, fotos e…situações humorísticas!
    Cuidem-se bem! Que esta verdadeira travessia do deserto se faça rápida e sem problemas de maior. Para vocês e para a estrelinha.
    A propósito, será que vai dar para a Marília comemorar o aniversário a sós contigo ou tem um desses “figurinos” aí plantado? Parabéns para ela, com saúde e sem sobressaltos.É, sem dúvida, um dia de anos diferente, que não mais vai esquecer!

    Beijocas

  3. Manuel Vitorino diz:

    Gandas malucos…
    Somos afoitos, mas não tanto.
    Continuação de boa viagem e bons relatos, bem recheados de fotos.
    Manel e Bia

    • admin diz:

      pois……há malucos e malucos!!!
      como correu a tua delicada operação?????????????um abraço

  4. Ricardo diz:

    Esta ultima foi intensa! e deu trabalho, so pela quantidade de checkpoints e policias…deve ser um sentimento estranho ter o “estranho” dentro do vosso carro de kalashnikov na mão, daqui parece engraçado, daí já não deve ser. ainda bem que tudo correu bem até quetta. essa zona é mesmo inóspita.
    Essas estradas com miniprovas de todo terreno pelo meio parecem ser muito perigosas…
    Sempre adorei ver os camiões do paquistão, artilhados de efeitos psicadélicos por todo o lado, fantástico!! quem sabe ainda saiem daí com o vosso carro assim…eheh
    adorava ver mais fotos destas.
    Cumprimentos e boa continuação.

    • admin diz:

      pois é ricardo,uma coisa é gostar de ver os camiões do paquistão outra completamente diferente é GUIAR no meio deles : AUTÊNTICAS BOMBAS EXPLOSIVAS EM 4 OU 6 OU 18 OU 22 RODAS!!!!!!EXPERIÊNCIA DEMASIADA TRAUMATISANTE PARA SER REPETIDA OU ATÉ SUGERIDA A OUTREM……
      UM ABRAÇO
      DAVID ESTRELA

  5. Benedita diz:

    E realmente fascinante seguir o vosso diario de viagem.Uma das minhas tarefas diarias e abrir o computador e procurar noticias vossas.Por favor ,nao faltem com as novidades. Muito agradeço esse trabalho ,pois sei como e dificil conduzir ,confrontar os problemas , fazer manutençao a ESTRELINHA ,fotografar,buscar informaçoes ,etc..etc.Tenham muita saude e coragem e o que mais lhes desejo!!!

    • admin diz:

      obrigado pela solidariedade e acredita mesmo…..NÃO TEM SIDO NADA FÁCIL!!!!
      BEIJOS

Trackbacks/Pingbacks