OS PAÍSES MAIS FELIZES DO MUNDO

Já estamos em TALLINN depois de uma curta e confortável travessia de um dos estreitos do MAR BÁLTICO a bordo do moderno ferry-boat da linha VIKING  e a 1ª impressão da ESTÓNIA é francamente favorável , por alguma razão este país faz parte da ( doente ) Comunidade Europeia ; finalmente deixamos para trás os países que quase nos levavam todo o dinheiro , tal o seu elevado custo de vida……; vamos pois começar a provar a gastronomia báltica e colocar as fotos na respectiva rubrica  ”COMIDAS” !

A ESCANDINÁVIA pode ser ( E É !!! ) uma das regiões mais caras do mundo , MAS…………..( porque carga de água é que tem de haver sempre um MAS ???? ) o certo é que acabo de ler um interessante artigo em que um relatório da OCDE ( ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO ) que , uma vez mais conforme o faz anualmente, lista o conjunto dos PAÍSES MAIS FELIZES DO MUNDO , segundo os seguintes indicadores :

1-satisfação da vida 

2-taxa de emprego

3-% de pessoas saudáveis

4-horário laboral

5-rendimentos líquido

6-estudos mais altos alcançados

7-esperança de vida

Pois é , podemos dizer muito mal disto e daquilo sobre os países escandinavos, mas o certo é que nos 10 primeiros PAÍSES MAIS FELIZES DO MUNDO  figuram em destaque TODOS os países da ESCANDINÁVIA continental , e a listagem é a seguinte :

1º-DINAMARCA

2º-NORUEGA

3º- HOLANDA

4º-SUIÇA

5º-ÁUSTRIA

6º-ISRAEL

7º-FINLÂNDIA

8º-AUSTRÁLIA

9º-CANADÁ

10º.SUÉCIA

Não vou dissecar país por país todos os indicadores , quem quiser que vá ver na net pois o artigo é bem interessante (247wallst.com); o mais chocante , digamos assim , é o facto de os E.U.A. terem ficado em 11º lugar…… mas de qualquer modo vale a pena ler o artigo.

 

Sobre a ESTÓNIA na realidade e após 3 dias neste país do Báltico basicamente o nosso contacto resume-se à sua capital TALLINN , cidade relativamente pequena e algo interessante , sobretudo a sua parte velha , logicamente chamada OLD TOWN com as suas ruas estreitas com piso de empedrado grande em granito ,muito movimentadas com turismo variado de inúmeros países ( sim ,também vimos portugueses…..) ; o centro da cidade é dominado exactamente pela OLD TOWN onde sobressaiem vários monumentos,algumas importantes igrejas e a catedral ortodoxa ,além de 2 bonitos miradouros ; todo esse centro está pejado de lojas e restaurantes , sendo que uma significativa parte desses restaurantes além de servirem comida cozinhada como nos tempos medievais , as empregadas estão vestidas à época e em muitos deles os utensílios nas mesas são igualmente cópias dos que se utilizavam há 500 ou 600 anos !!! MUITO , MUITO ENGRAÇADO !!! Os preços não são nada de extraordinário , rondando os pratos pelos 8-9-10-11-12 euros ; uma particularidade engraçada : nesse tempo o pão não se cortava com faca , arrancavam-se pedaços à medida da necessidade, assim fazem nestes restaurantes , os enormes pães vêm para a mesa e …..toca de os partir à mão ! Os pratos são ”anormais” ou seja , não podemos esperar pratos de cozinha moderna mas sim cozinha de receitas com muitos séculos , havendo pois certos ingredientes a que não estamos muito habituados , mas em geral é tudo muito bom !!! Na rubrica ”COMIDAS ” verão alguns desses pratos.

Ficámos instalados no ”CITY CAMPING” o qual dista apenas pouco mais de 2 kms do centro da cidade e por causa de € 25 / dia incluindo electricidade e internet , não vale a pena andarmos às voltas à procura de um estacionamento; depois a ”filha da estrelinha” fez o seu serviço e levou-nos num ápice ao centro; exactamente por causa da VESPA tivemos hoje 2 episódios curiosos : o primeiro foi termos sido convidados para emprestarmos a dita-cuja para uma sessão de publicidade-televisão a ser realizada na próxima semana,tivemos que declinar pois já cá não estaremos….; a segunda foi o facto de estarmos a acabar de estacionar no centro a VESPA e deparámos com uns simpáticos …….PORTUGUESES RESIDENTES EM TALLINN super-surpresos por verem uma 2 rodas com matrícula portuguesa  tão longe de PORTUGAL !!! Feitas as apresentações e explicações- – – – – – – – – – – não , estes tugas não vieram de tão longe em 2 rodas- – – – – – – – – – ficámos a conversar um bocado e informaram-nos viver na ESTÓNIA já há cerca de 8 anos , um consultor empresarial e o outro arquitecto ; fomos almoçar e depois jantar , neste caso acompanhados pela namorada do PEDRO (consultor) ; foi um dia muito bem passado pois ambos são super-simpáticos e de companhia muito divertida , óptimos conversadores e  por quem aprendemos imenso sobre este país e estas gentes : VOLTAREMOS A VÊ-LOS !!!

o nuno,o pedro,a julia ,a marilia e eu em tallinn cerca das 23h00 e ainda dia claro....

Quanto a esta cidade , como disse , é relativamente interessante , o custo de vida não é alto ,digamos que está ao nível de PORTUGAL e bastam 2 dias para ficar vista e revista , eis algumas fotos :

 

 

 

 

 

 

 

remniscencias.......ou se se quiser...... edifícios que não podem ser destruídos !!!....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre os muitos museus disponíveis em TALLINN  há um que visitámos demoradamente e achámos interessantíssimo e que recomendamos  : O MUSEU DAS OCUPAÇÕES ; como se sabe , a ESTÓNIA sofreu duas horríveis ocupações , não muito distantes no tempo : a dos NAZIS e a dos SOVIÉTICOS ( venha o diabo e escolha…….) cada qual a mais infame. Ambas estão extraordinariamente bem documentadas e relatadas em videos e incontáveis objectos das épocas , com especial relevo para a mostragem de todos os objectos que o famoso KGB utilizava na espionagem interna , e todo o aparelho de controle associado a tal polícia : FENOMENAL !!!

 

 

 

 

 

 

 

algumas portas das celas das prisões do KGB.......

 

Vamos então ver que surpresas nos aguardam em RIGA capital da LETÓNIA………………………………………..ATÉ JÁ !!!!!!!!!!!!!!!


 

 

Avise-me por email sobre novas publicações !



20 comentários para “OS PAÍSES MAIS FELIZES DO MUNDO”

  1. Maria Melo diz:

    Olá Companheiros Marília e David:
    Folgo em saber que a viagem continua a decorrer sem problemas.
    Na verdade, é curioso encontrar uma Vespa tão longe de casa…
    Gostei também de saber sobre o Museu, cuja existência desconhecia.
    Continuação de boa viagem.
    Maria Melo

    • admin diz:

      felizmente ainda não tivemos qualquer problema com a AC , esperamos assim continuar !
      obrigado por comentar
      um abraço
      david+marilia

  2. Ana Rodrigues diz:

    Olá Viajantes
    Pela tua descrição e pelas fotos Tallinn é uma cidade interessante . Gostei da catedral e o museu deve ser muito curioso pois mostra certamente o pior de dois lados. É bom que as pessoas visitem esse e outros museus para que não esqueçam períodos negros da história da humanidade . Por vezes a memória é muito curta e fazer lembrar é fundamental . Os meninos estão muito bem na foto do jantar e foi certamente simpático encontrar esses portugueses e conhecer a sua experiência nesse país. Continuem a usufruir da vossa viagem,contem-nos e mostrem-nos o que vos desperta o interesse e beijinhos.

    • admin diz:

      olá ana , sê bem aparecida !
      gostámos de tallinn embora……………….praga seja mais bonita,como tu também gostas.
      beijos

  3. Pedro Almeida diz:

    Foi um prazer cruzar-mo-nos convosco.
    Votos que os vosso périplos sejam tão ricos como até agora. 😉

    • admin diz:

      para nós foi igualmente um imenso prazer conviver convosco.
      até um dia destes e um abraço
      david+marilia

  4. António Pires Cozinheiro diz:

    Amigos Estrelas
    Que pena não ter podido acompanhá-los nesta viagem tão maravilhosa que estão a realizar.
    Vou estar atento ao “regresso” e registar com muita atenção todas essas belezas por vós fotografadas e comentadas com muito pormenor.
    Espero sinceramente para o próximo ano (se a Crise me deixar), fazer uma volta GRANDE por esta Europa.
    Tudo de bom pra vcs
    Um abraço e Bjs é esposa (Marilia)

    • admin diz:

      obrigado por comentar e quanto à sua próxima viagem………se não for no próximo ano, será no outro : o principal é não parar!
      um abraço
      david+marilia

  5. Olá David e Marília

    Finalmente entraram no mundo mais aceesível às nossas carteiras. A Estónia realmente parece ser um país interessante e tiveram a sorte de encontrar o Pedro e o Nuno que para eles foi também um matar de saudades ao conviverem com portugueses. Desejo que tudo continue a correr com normalidade.

    Um abraço

    • admin diz:

      tem toda a razão , foi um alívio tremendo pois até dá gosto ir aqui a um supermercado e vir carregado , gastando apenas 9 ou 10 euros !
      quanto ao Pedro e ao Nuno ,também acertou em cheio pois notámos a ”fome” que ambos tinham em falar com portugueses , já que na Estónia residem apenas 5 portugueses…
      um abraço
      david+marilia

  6. Manuel Vitorino diz:

    E depois de amanhã…deve haver mais 2 portugueses, de passagem pela Estónia 🙂
    De momento em Helsinquia, após uma tarde de passeio á chuva.
    Continuação de boa viagem
    Manel e Bia

    • admin diz:

      pelos vistos a passagem pela finlãndia foi curta…
      divirtam-se pelos ”bálticos” é o nosso desejo.
      david+marilia

      • Manuel Vitorino diz:

        Curta?
        Estavam previstas 9 noites…e ficámos lá…9 noites.
        Chegou, e até sobrava, se eu quisesse andar a correr 🙂

  7. Antonio Resende diz:

    Tb gostei de Talin. Os Países do Báltico cativaram-me pelas suas gentes… Povo simpático, acolhedor e lindas mulheres.
    Tive a sorte de assistir a um desfile de muita cor, música e dança…
    http://autocaravanaspt.blogspot.pt/search?q=est%C3%B3nia
    Voltarei por certo.
    O meu abraço.
    António Resende

    • admin diz:

      estou de acordo contigo no que respeita à beleza das ladies , quanto à simpatia já não estamos de acordo……feitios !!!
      o tal desfile seguramente aconteceu no curto verão deles , só pode ser….. ; hei-de ir espreitar esse link.
      um abraço e não te esqueças de nos informares sobre o teu programa das festas quando estiver confirmado.
      david+marilia

  8. estrela diz:

    Olá, lindos meninos! Não se assustem, que estou vivinha da costa. O problema foi a “porcaria” da net móvel em Castelo Branco. Primeiro que aceda a certos sites e dê resposta rápida, faz desesperar um santo!Como vim a Lisboa, aproveitei para vos tranquilizar e dar uma espreitadela em condições à vossa viagem. Quando ligaste, estava a começar um espectáculo e tive que desligar o TM. Voltamos para lá logo à tarde, pois tratou-se de uma visita relâmpago devido a compromisso assumido. Aproveito a deixa para dizer que só no outro sábado regressarei para as rotinas habituais de escrita, aqui, para dar aquele feedback que vocês tanto apreciam.
    Gostei imenso das várias fotos tiradas a esses templos, na sua variedade e colorido mas o que eu gostaria mesmo de ter visto foi o dito museu de “más lembranças”. Também fiquei com curiosidade sobre as tais pescarias do Manuel Vitorino. É que não vi fotos nenhumas de peixes!!! …mas lá que fiquei com água na boca, fiquei…ou serão “exageros” de pescador?..eheheheh (estou a brincar, Manuel Vitorino!)
    Quanto à tua exposição inicial sobre os critérios que ajudam a determinar o grau de felicidade de um povo, não pude deixar de recordar os meus primeiros tempos de caloira na universidade quando se tratou da questão do suicídio. E com as devidas distâncias temporais (já lá vão passa de quarenta anos…), lembro algo que me deixou na altura atónita. Falou-se, precisamente, do nível de vida dos nórdicos, sobretudo Suécia, Noruega e Dinamarca e como a par desse nível de vida, onde tudo parecia correr sobre rodas, tudo pensado para o bem estar das pessoas, creches e jardins de infância com fartura, empregos estáveis, bons ordenados, casas à farta, reformas garantidas, transportes impecáveis, etc, etc, etc…como se explicava o elevado grau de suicídio que, na época, era dos mais elevados???
    A resposta foi simples e que nos daria agora para bons momentos de discussão filosófica e não só: estava tudo tão pensado, tão programado para o bem estar das pessoas que elas não tinham por que lutar! Tudo era oferecido de bandeja. E o ser humano é um predador por natureza, em todos os sentidos. Está nos seus genes o sentido da luta. O desinteresse pela vida estava associado, na proporção inversa, ao acesso às coisas. Aliás, os psicólogos modernos explicam à luz dos nossos dias, o aumento da violência de uma forma curiosa: as pessoas crescem sem estarem habituadas à frustração – eu choro, dão-me o que quero, eu bato o pé e as coisas aparecem…e por aí fora.Quando acontece que as coisas não aparecem mesmo ao nosso gosto, enveredamos pela “asneira”. No dizer dos peritos, a frustração é a grande mola que nos impulsiona a “viver” no verdadeiro sentido da palavra. Para obtermos algo, temos que lutar por ele. Mas isto é um blog de viagens e não de retórica. Fica aqui uma coisa: acho importantíssimo que coloques comentários como o que fizeste no início deste post, pois isso ajuda muito a olhar para os países de uma outra maneira.

    Já me alonguei mas prometo responder a todos os posts, ainda que fora de tempo.
    Divirtam-se e torçam pela nossa equipa!… e a propósito, a bandeira que levaste está nos conformes ou é exagerada? Vê lá se te pões a jeito para que a possamos ver na TV!

    Beijocassssssss

    • admin diz:

      está devidamente explicada a tua ausência !
      sobre as pescarias do vitorino , tu não viste as fotos dos peixes mas nós vimos e acreditamos que ele não foi à lota comprá-los , apenas tem mais jeito e paciência do que eu…..
      sobrea tal ”discussão filosófica” tens razão na explicação mas……..não é só isso ! acontece que há nos jovens uma vivência de tudo na vida muito , muito precoce e chegando a uma certa idade ,tipicamente dos 20 e poucos anos ,já nada há para experimentar , para ver e conhecer , tudo é monótono e desinteressante , nem o clima ajuda pelo que para muitos não resta mais do que o suicídio…..; basta dizer por exemplo que ,quando eu vivi na suécia , uma rapariga normalmente iniciava a sua vida sexual com 13-14 anos NO MÁXIMO !!!
      eu também acho importante , de vez em quando , colocar no site um ou outro artigo diferente do que é habitual ; não acho minimamente interessante informar quem me lê sobre os kms que fiz ontem ou sobre o consumo que a AC fez anteontem, porém não censuro quem o faça , eu é que pessoalmente acho desinteressante ; por outro lado , acho mais interessante se se mencionar este ou aquele museu especial nesta ou naquela cidade , é mais importante para um futuro eventual interessado !!! nem a propósito , vamos ver 2 museus que devem ser super interessantes aqui em vilnius : o museu do holocausto e o museu das vítimas do genocídio (russo) .
      sobre a bandeira que temos : grande demais pela regulamentação da uefa , mas……………já a ”fatiámos” 8 cm em cima e outros tantos em baixo , para ficar nas normas ……VAMOS A VER !!!
      beijos

      • Manuel Vitorino diz:

        Com que então a “mana” do Estrela tem duvidas sobre as pescarias?
        Ó David, manda o link do meu blog para ela ver.
        Não o coloco aqui, pois não acho correcto.
        Entretanto, já em Tallin, para visitar amanhã.
        E falando de seleção…boa sorte para ti…leva uns xanax, para não te enervares muito com eles, ok?
        Vi ontem o jogo na net e….nem dá para comentar.
        Boas voltas
        Manel e Bia

        • admin diz:

          como tu apanhas mais peixe que ela …….ficou com dúvidas- – – – – – -já dissipadas no entanto !
          quanto ao jogo , pelos ensaios gerais já estamos a adivinhar a desgraça que vai ser , veremos !
          bons passeios
          um abraço
          david+marila

Trackbacks/Pingbacks