UZBEQUISTÃO + OSH 2

08-JUNHO-2010

OSH E SUL DO UZBEQUISTÃO

A falta de net tem-nos impedido de actualizarmos o nosso blog,como gostaríamos de fazer mais frequentemente.

Estamos desde esta manhã em OSH segunda cidade do QUIRGUIZSTÃO, tendo estado nos últimos 4 dias no sul e sudeste do UZBEQUISTÃO,nomeadamente em KOKAND,FERGONNA,MARGILLAN e ANDIJON;em KOKAND tivémos o primeiro incidente mais grave desta viagem pois a AC foi,sem qualquer razão plausível ,apedrejada e como consequência ficãmos com a clarabóia principal partida por uma pedra;enfim,um puro acto de vandalismo gratuito que podia ter acontecido em qualquer parte do mundo.

A situação no QUIRGUIZSTÃO é calma,nada transparece do coup d’état que tiveram há algumas semanas,especialmente tendo em conta que o ex-presidente é oriundo exactamente desta província!Sairemos amanhã daqui em direcção ao norte,contudo somente contamos chegar à capital—BISHKEK— dentro de 4-5 dias.

Em MARGILLAN visitámos uma desinteressante  fábrica de seda; antes de chegarmos a ANDIJON reencontrámos na estrada o casal francês com quem tínhamos convivido em TASHKENT e SAMARKAND,o mundo……é pequeno!!! Este casal nada mais faz na vida do que viajar,neste momento num TOYOTA LANDCRUISER sempre à volta do mundo !!Para eles é uma forma de vida como outra qualquer,SEMPRE  a viajar…..;entraram igualmente no QUIRGUIZSTÃO contudo um dia antes de nós,eventualmente ainda os veremos algures no país.

Respondendo ao companheiro ANTÓNIO RESENDE de BRAGA sobre a nossa disponibilidade de gás,aqui vai a explicação: o gás propano que utilizamos serve 3 propósitos como ele bem sabe: fogão,águas quentes e auxiliar de alimentação do frigorífico;trouxemos 3 botijas cheias e já consumimos uma (deitámos fora a botija vazia por uma questão de peso );como comemos muito em restaurantes pelo que o gás que utilizamos para cozinhar não é significativo,por outro lado como o ‘boiler’ se avariou há um par de semanas,estamos a tomar banho com a água +- tépida do depósito,não nos faz falta a água realmente quente!Assim,acreditamos que as 3 botijas durem até ao regresso a casa.De qualquer modo poderíamos sempre comprar botijas de gás propano e adquirir o respectivo adaptador por um par de usd; no que respeita ao frigorífico,quando não temos a AC ligada à corrente,se estamos a circular o frigo alimenta-se das 3 baterias,se estamos parados e é por poucas horas ou o desligamos ou o ligamos às baterias,evitamos ao máximo ligá-lo ao gás,e quando o fazemos pomo-lo no mínimo!!ASSIM SE POUPA O GÁS!

Foi complicado gerir o gasóleo no UZBEQUISTÃO mas conseguimos passar a fronteira ainda com alguns litritos no depósito;aqui já não há esse problema felizmente.A passagem das fronteiras esta manhã foi relativamente rápida ,o facto de estarmos na UE ajuda imenso;o custom’s officer do QUIRGIZSTÃO após perguntar se havia corrupção em PORTUGAL como em ITÁLIA(!!!) com o S. BERLLUSCONI e após ser informado que não,disse-nos que no país dele também não havia ( QUE IDEIA!!! ) e no minuto seguinte estava a….. ‘exigir’ um SOUVENIR de PORTUGAL————-é claro que levou sopa!!!

A AC já deve ter sido visitada ,sem exagero,por mais de 300 pessoas nestes países todos;é que insistem de tal modo em ver ”o animal” por dentro que por vezes se torna muito complicado dizer que não !!! mesmo assim,já negámos a entrada pelo menos a outros 300…..

Mudámos numa macro-oficina da HYUNDAI em TASHKENT o óleo do motor,filtros de ar ,de óleo e de gasóleo;os filtros tínhamos levado de casa,tudo o resto ficou pela módica quantia de usd 65.00 ( 8 litros de óleo e 2 horas de mão-de-obra )…….

 

 

situações destas repetiam-se diariamente por todos os países!

nunca tínhamos visto cerejas tão grandes,tão baratas e..tão boas!!

a estrelinha estaciona-se onde calha(andijon)

Avise-me por email sobre novas publicações !



2 comentários para “UZBEQUISTÃO + OSH 2”

  1. Paulo Leite diz:

    Trabalhei em tashkent de setembro de 1998 a novembro de 1999, achei tashkent uma cidade linda. Naquela altura 100 dolares trocados no banco dava 22000 sum, no mercado negro dava 90000 sum e a maior nota que havia na altura era a de de 100 sum saindo a 200 sum uns meses depois,

    • admin diz:

      obrigado por comentar embora este post já seja um bocado antigo.
      como calcula o câmbio hoje em dia é muito superior embora se continue a ter ”quilos” de notas quando se trocam alguns dolares….
      sobre tashkent é uma cidade engraçadota mas francamente há lugares muito mais interessantes no país tais como BUKHARA E SAMARKAND por exemplo.
      continue a ler-nos
      um abraço
      david+marilia

Trackbacks/Pingbacks