TURQUEMENISTÃO

INDICAÇÕES ÚTEIS SOBRE  O TURQUEMENISTÃO

*MOEDA : NEW MANAT ( 1€ = +- 19300 NM) ; só se usa o mercado negro;não há ATM para estrangeiros,não aceitam cartões de crédito e as notas de usd têm de estar novas ’em folha’ caso contrário são recusadas!

*VISTO :muitíssimo complicado de se obter,na melhor das hipóteses apenas um visto de trânsito válido por 5 dias somente; um visto de turismo é quase impossível de se obter e quando se obtém obriga ao acompanhamento permanente e pago por um guia turístico oficial para qualquer lado onde se vá ! um visto de trânsito obriga à obtenção de uma L.O.I.(letter of invitation) a qual não é de fácil de se conseguir sem que haja uma visita programada turística….!!!! e após o preenchimento de formulários e carta exaustivamente explicativa do motivo da viagem,todo o processo é remetido para o MIN. DO INTERIOR em ASHGABAT o qual demora cerca de 45 dias a dar a resposta; tudo deve ser tratado através da embaixada em LONDRES tel 00442072551071 , custa cerca de € 100.00 e ainda exigem antecipadamente os vistos do país anterior e posterior  ao TURQUEMENISTÃO; o itenerário que se pretende efectuar terá de ser religiosamente cumprido não se podendo visitar qualquer outra zona do país fora do itenerário planeado.

*C.P.D. :não é exigido,mas a carta de condução internacional deve-se levar.

*GASÓLEO : € 0.16/litro nas bombas contudo à entrada no país paga-se uma taxa de combustível de acordo com os kms que se prevêm percorrer,pelo que no final o preço fica por cerca de € 0.35/litro ; poucas estações de serviço

*ESTRADAS : muito má qualidade,lombas e buracos continuamente;sinaletica irregular sendo que fora da capital a maioria é pintada à mão! frequentes controles nas estradas para verificação dos documentos.

*SEGURANÇA :enorme segurança face à inacreditável quantidade de polícias e militares por TODO o lado.

*POLÍCIA : omnipresente em TODAS as esquinas de qualquer rua ou avenida,incontáveis à paisana.

*CUSTO DE VIDA : muito baixo

*ACAMPAR : onde se quiser.

*ÁGUA : difícil de obter.

*GÁS : não necessitámos

*INTERNET : quase inexistentes os locais públicos de acesso,ridiculamente lenta e 100% vigiada e controlada estatalmente,sendo que a esmagadora maioria dos sites de notícias (BBC,CNN,etc ) estão inacessíveis.

*ENTRADA NO PAÍS : muito,muito complicada  mesmo com todos os documentos em ordem; a enorme quantidade de formulários e guichets faz desesperar o mais paciente ! o turista,mesmo de passagem,é considerado um intruso e não é bem-vindo; interrogatórios intimidatórios à entrada; revista minuciosa das bagagens na procura incessante de …armas ! o seguro obtém-se na fronteira,num papel ilegível ; há seis impostos a pagar no total de cerca de usd 350.00 um dos quais é o ”imposto de desinfecção” com o custo de usd 10.00 e que consiste em fazer passar a AC por uma pequena vala com água e lama- – – – – – – – – – – – para desinfectar os pneus !!!

*SAÍDA DO PAÍS : não tão complicada como a entrada mas mesmo assim enervante.

* REDE CELULAR : cobertura regular.

*OBSERVAÇÕES : país hiper-policiado e onde qualquer visitante se sente desconfortável;fronteiras com horários um pouco restritos; as melhores são para entrar HOWDAN e para sair FARAP . PORTUGAL não dispõe de embaixada em ASHGABAT dependendo de MOSCOVO para qualquer assunto consular. sob pena de pesada multa ,qualquer veículo deve estar permanentemente limpo…; à saída normalmente pedem para serem mostradas as fotos que se tiraram no país.

Avise-me por email sobre novas publicações !



Os comentários estão fechados.